quarta-feira, 18 de junho de 2014

Corpus Christi

 

PROGRAMAÇÃO

9h confecção dos tapetes entre as duas igrejas (Matriz do Divino eImaculada Conceição).

Às 15h Missa na Matriz do Divino Espírito Santo, logo após procissão até a Matriz da Imaculada Conceição, terminando com a bênção com o Santíssimo.

 

CORPUS CHRISTI – DEUS PARA OS HOMENS

A Festa de Corpus Christi foi instituída pela Igreja no século XIII para que os fiéis possam celebrar e adorar publicamente a “presença real de Cristo” na Eucaristia. Trata-se de um grande sinal de comunhão daqueles que crêem em Jesus Cristo. Celebrar esta festa não se reduz ao fato de os cristãos adorarem publicamente a Deus, ela é também sinal de comunhão e de partilha entre todos aqueles que crêem na presença real de Jesus conosco. Na Eucaristia, é o próprio Deus feito homem em Cristo que repete o gesto de Jerusalém e entrega-se como comunhão e partilha para que seus fiéis sejam fortalecidos e alimentados na fé. Pela Eucaristia todos participam da comunhão plena com Deus, a Igreja na terra torna-se o Corpo Místico de Cristo, sinal de um Amor que é plena comunhão, partilha e caridade.

Nesta Festa todos aqueles que crêem no Cristo, ao comungarem de seu Corpo, são chamados a realizar no mundo a mesma atitude que Ele, dar-se em comunhão para que os outros tenham vida. Se o próprio Deus partilhou-se para que tivéssemos vida em abundância, que direito tem os homens de continuarem a se apropriar do mundo e serem indiferentes às necessidades de seus irmãos? Por isso, a Festa de Corpus Christi é uma grande celebração de comunhão, solidariedade e, sobretudo, caridade, fruto de um Amor que só pode vir de Deus e alimentar nossos corações para que vivamos com sua justiça.

Sob este horizonte, esta Festa vem sendo celebrada há tantos séculos em vários lugares. No Brasil, ganhou nossas cores e coloridos especiais na confecção dos tapetes, eles simbolizam o povo que prepara o caminho para a passagem do seu Deus que se fez pão para ser partilhado. Nossa cidade repete este gesto há muitos anos, no percurso que vai da Matriz do Divino à Matriz da Imaculada, dele participam várias entidades: escolas, clubes, órgãos públicos, pastorais religiosas, que com arte e fé confeccionam os tapetes formando um grande momento de comunhão para celebrar e acolher a presença real de Cristo em nossa cidade. Todos são convidados a esta grande Festa que visa renovar e santificar o espírito de todos com os valores da comunhão e da fraternidade.

Texto: Matheus Jeske Vahl